segunda-feira, 15 de fevereiro de 2010

POLICIAIS DA CPRv ATENDEM A OCORRÊNCIA DE ACIDENTE NO TREVO DE ACESSO À PRAIA DA CAUEIRA.



Ontem, dia 14, por volta das 16:30 h, policiais da CPRv da viatura jaguar 40 atenderam a uma ocorrência de acidente no trevo de acesso à Praia da Caueira, envolvendo um veículo celta, cor prata, de placa policial HZV 3398 e uma motocicleta honda bros. Os ocupantes do veículo, que era conduzido pela Srª. Luzia Maria Cardoso dos santos de 52 anos, nada sofreram. A passageira da moto Srª. Amanda Almeida dos Santos, 29 anos, teve ferimentos leves e foi atendida pelo Samu, sendo encaminhada posteriormente para uma unidade hospitalar, tendo os militares da CPRv sinalizado e isolado o local até que todos os primeiros socorros fossem prestados à vítima.

Carnaval

A CPRv emprega diariamete 70 policiais militares 15 viaturas operacionais, quatro motocicletas e 20 bafômetros. Durante a operação Carnaval, a Companhia mantém ativados os 12 postos de fiscalização de trânsito distribuídos pelo estado de Sergipe. Os postos funcionam nas rodovias estaduais dos municípios de Canindé do São Francisco, Neópolis, Pirambu, Barra dos Coqueiros, Itaporanga D’Ajuda, Estância, Lagarto, São Domingos, Aracaju, São Cristovão, Indiaroba e Simão Dias.

Também são empregadas viaturas e motocicletas extras, que realizam o patrulhamento e a fiscalização das rodovias e nas areias das praias, a fim de proibir o trânsito de veículos. “Este ano, a CPRv está intensificando as fiscalizações aos condutores que fazem uso de bebida alcoólica e depois vão dirigir, colocando em risco a vida de outras pessoas”, advertiu major Carlos Rolemberg, comandante da CPRv.

“O condutor que for flagrado pelo policial da CPRv, dirigindo com qualquer concentração de álcool no sangue ou com notórios sinais de embriaguez será preso, terá sua CNH recolhida, receberá uma multa no valor de R$ 957,70 reais e terá o seu veículo retido até a apresentação de um condutor habilitado" acrescentou Rolemberg.

Para o comandante da CPRv, esse tipo de operação específica é importante para fazer cumprir a lei. “Não basta somente criar uma lei. É necessário efetivar ainda mais as fiscalizações, pois somente assim vamos conseguir diminuir os números de acidentes de trânsito, vítimas fatais e lesionadas nas rodovias estaduais”, concluiu Rolemberg.

Nenhum comentário:

Postar um comentário