quarta-feira, 31 de março de 2010

PESQUISA REVELA QUE 27% DOS BRASILEIROS DESRESPEITAM REGRA DO USO DE CINTO DE SEGURANÇA.

A determinação do Código de Trânsito Brasileiro que obriga o uso do cinto de segurança tanto no banco da frente quanto no banco traseiro dos veículos é desrespeitada por pelo menos 26,9% dos motoristas e passageiros no país. É o que revela pesquisa divulgada hoje (31) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

De acordo com o levantamento, 12,4% dos motoristas dirigia ou andava com passageiros no banco da frente sem nunca usar o cinto de segurança, 14,5% usavam às vezes ou raramente e 73,2%, sempre ou quase sempre. No banco de trás, a frequência cai mais um pouco. Não colocavam o equipamento 38,6% dos entrevistados, às vezes ou raramente, 24,2% e usavam sempre 37,3%.

O uso do cinto de segurança foi mais frequente na Região Sul (55,3%) e menos na Nordeste (52,3%). Por unidade da federação, os motoristas e passageiros do Distrito Federal (DF) lideram o uso do equipamento de segurança. O percentual de uso do cinto no banco traseiro é de 73,1% no DF.

A pesquisa do IBGE também confirmou que os homens são as maiores vítimas de acidentes de trânsito. De 2,5% brasileiros envolvidos nesse tipo de fatalidade, 68,4% eram do sexo masculino. O grupo etário mais vulnerável é o de motoristas mais jovens. Entre os que estão na faixa etária de 25 a 34 anos, o percentual é de 27,1% e, entre 18 e 24 anos, 22,1%.

Ainda de acordo com o levantamento, das pessoas envolvidas em acidentes de trânsito, 52,9% dirigiam carros ou vans, 30,1% eram condutores ou caronas de motocicletas, 6,8% estavam em bicicletas, 5,6% eram pedestres e 2,9% encontravam-se em ônibus. Cerca de 30% dos acidentados ficaram impossibilitados de realizar atividades habituais por causa do ocorrido.

Fonte: Agência Brasil (Isabela Vieira)

CPRv REALIZA OPERAÇÃO SEMANA SANTA E REFORÇA POLICIAMENTO DURANTE O FERIADÃO.

A Companhia de Polícia Rodoviária Estadual (CPRv) promove a Operação Semana Santa 2010 entre a manhã da quinta-feira, 1º, e a 0h do domingo, 4. A ação consiste em reforçar o policiamento e a fiscalização de trânsito nas rodovias estaduais, visando a prevenção dos acidentes e o aumento da segurança nas rodovias durante o feriado prolongado, já que existe a expectativa de crescimento do fluxo de veículos nesse feriado.

Assim, a Polícia Militar intensificará a fiscalização principalmente nas estradas em que o tráfego é maior, a exemplo das rodovias SE 270, ligação entre Salgado, Lagarto e Simão Dias, SE 368, ligação entre Estância, Santa Luzia do Itanhy e Indiaroba, SE 170, ligação entre Itabaiana, Campo do Brito, Lagarto e Tobias Barreto, e SE 100 Litorânea, que liga os municípios de Pirambu, Barra dos Coqueiros, Aracaju, Itaporanga, Estância e Indiaroba.

Durante a operação, também será dada uma atenção especial à recém inaugurada Ponte Jornalista Joel Silveira. Para sensibilizar os condutores, cerca de dez PMs estarão se revezando dos dois lados da ponte das 9 às 11h e das 16 às 18h, distribuindo folhetos explicativos que chamam a atenção para a localização dos Postos de Atendimento da CPRv ao longo das rodovias, bem como o cuidado para as pessoas que vão viajar pelas estradas sergipanas. “Estaremos reforçando o policiamento na Ponte Joel Silveira, pois existe a previsão de um grande fluxo de pessoas transitarem na região. Nosso objetivo maior é a preservação da vida, buscando sempre a redução de acidentes das rodovias”, destacou o major Carlos Rolemberg, comandante da CPRv.

A operação contará com um efetivo diário de 45 policiais militares rodoviários, além de 10 viaturas operacionais, quatro motocicletas e 10 bafômetros. A CPRv atuará 24 horas por dia. Para resolver qualquer problema nas rodovias estaduais, o interessado poderá ligar para os telefones 190, 198 ou 3179-3567. A expectativa da Companhia é que este ano aconteçam menos acidentes do que em 2009, quando foram registrados 10 acidentes de trânsito, com duas vítimas fatais e sete lesionadas.

segunda-feira, 29 de março de 2010

CPRv FECHA RODOVIA SE-100 DURANTE INAUGURAÇÃO DA PONTE JORNALISTA JOEL SILVEIRA.

A Companhia de Polícia Rodoviária Estadual (CPRv) da Polícia Militar vai interditar temporariamente a partir das 14 horas desta terça-feira, dia 30, a rodovia SE-100, que liga a capital ao litoral sul do Estado. De acordo com o tenente Eduardo Vieira, a interdição é necessária porque as balsas que fazem a travessia de pedestres e de veículos sobre o rio Varza Barris sairão de operação às 16 horas uma hora antes da inauguração da ponte.

O oficial explica que policiais ficarão de prontidão no trevo de acesso à rodovia, no município de Estância, orientando os motoristas a seguirem viagem pela BR-101. Os condutores que já estão nas praias do litoral sul serão orientados a não seguirem viagem pela SE-100 e contornarem o veículo com destino a rodovia federal.

“A interdição só acaba após a inauguração da ponte, que tem cerimônia prevista para as 17 horas desta terça-feira. Assim, que termine a inauguração o tráfego volta ao normal em toda extensão da rodovia estadual”, explica o tenente.

A CPRv informa, também, que o trânsito das rodovias dos Náufragos e da Melício Machado, em Aracaju, não sofrerão alterações.

ÔNIBUS DEVERÃO ADOTAR O USO DE VIDROS REFLEXIVOS EM VEÍCULOS DE TRANSPORTE COLETIVO.

A Câmara analisa o Projeto de Lei 6890/10, da deputada Maria Lúcia Cardoso (PMDB-MG),que torna obrigatório o uso de vidros reflexivos em veículos de transporte coletivo. A proposta altera o Código de Trânsito Brasileiro (Lei 9.503/97). A regulamentação da medida será feita pelo Conselho Nacional do Trânsito (Contran).

A deputada já havia apresentado projeto semelhante em 2008, que foi arquivado. Os vidros reflexivos, produzidos à base de óxidos metálicos, refletem os raios solares sem prejudicar a visibilidade dos motoristas. Esse tipo de vidro, segundo Maria Lúcia Cardoso (PMDB-MG), tem sido cada vez mais utilizado pela construção civil por contribuir para a redução da temperatura das edificações e, consequentemente, gerar economia de energia com aparelhos de ar condicionado. Para Maria Lúcia Cardoso, os vidros reflexivos podem ser aproveitadas em ônibus para melhorar o conforto térmico. Ela acredita que o uso de ar condicionado nesses veículos, apesar de também oferecer conforto aos passageiros, tem um preço elevado e aumenta o consumo de combustível, causando danos ambientais.

A proposta, que tramita em caráter conclusivo onde o projeto não precisa ser votado pelo Plenário, apenas pelas comissões designadas para analisá-lo (de Viação e Transportes; e de Constituição e Justiça e de Cidadania). O projeto perderá esse caráter em duas situações: – se houver parecer divergente entre as comissões (rejeição por uma, aprovação por outra); – se, depois de aprovado pelas comissões, houver recurso contra esse rito assinado por 51 deputados (10% do total). Nos dois casos, o projeto precisará ser votado pelo Plenário.

Fonte: Agência Câmara

sexta-feira, 26 de março de 2010

PESQUISA INÉDITA REVELA O QUE OS JOVENS PENSAM SOBRE A LEI SECA E O CINTO DE SEGURANÇA.

A pesquisa “A balada, o carona e a Lei Seca” realizada pelo Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) entre outubro e novembro de 2009, com 868 jovens de 15 a 17 anos, revelou que mesmo conhecendo e concordando com a obrigatoriedade do uso do cinto de segurança e com a proibição de conduzir veículos depois de ingerir bebida alcoólica a maioria age diferente.

A pesquisa foi realizada com alunos do ensino médio, de escolas públicas e particulares, durante a realização do Ciclo de Palestras do projeto Trânsito Consciente do Denatran. Participaram alunos de seis capitais: Florianópolis, Curitiba, Belo Horizonte, Brasília, Recife e Porto Alegre. A partir deste trabalho foi possível perceber três importantes aspectos que podem servir para os órgãos e entidades do Sistema Nacional de Trânsito fundamentarem suas ações junto ao público jovem.

O primeiro está relacionado à questão de gênero. Meninos e meninas agem de forma diferente quando o assunto é trânsito. Outro aspecto é o papel da família, como exemplo para a prática de atitudes seguras no trânsito. Além disso, a pesquisa constatou que o jovem é informado, porém, demonstra incapacidade de agir de forma segura e de intervir em seu grupo social no caso de uma situação com a qual não concorde.

Cinto de segurança

Dos jovens pesquisados cerca de 2/3 (65,5%) é carona de um veículo conduzido por seus amigos ou pais. Mas a pesquisa concluiu que essa condição não está associada a uma atitude de segurança efetiva. Apenas dois em cada dez jovens (21,6%) afirmaram utilizar sempre o cinto de segurança na condição de passageiros no banco traseiro.

Enquanto caronas de amigos 35% dos jovens afirmou que nunca usa o cinto de segurança no banco traseiro. A companhia dos pais também não está associada à maior segurança. Apesar da presença e autoridade do pai ou da mãe conduzindo o jovem para a “balada” e no retorno para casa, 28,9% revelou que nunca usa o cinto de segurança e outros 44% o utiliza eventualmente.

Mas o número de ocupantes que não usam o cinto de segurança pode ser ainda maior. Quando questionados sobre o comportamento dos amigos, os jovens pesquisados afirmaram que apenas 6,4% dos amigos sempre usa o cinto de segurança.

A pesquisa do Denatran também revelou que algumas atitudes estão relacionadas diretamente aos aspectos morais e culturais da sociedade brasileira. Entre os pesquisados ir para a balada de carona no veículo dos amigos é roteiro para os meninos (37,5%), no caso das meninas os pais (39,2%) são os principais condutores.

Lei Seca

Quando o tema é álcool e direção, os dados revelam um quadro preocupante: mesmo que 84,9% dos jovens afirmem conhecer a Lei Seca e 88,5% defendam a proibição de beber antes de dirigir, 55% deles revelou que retorna para casa de carona no carro do amigo que ingeriu bebida alcoólica.

Mais uma vez meninos e meninas têm comportamentos diferentes. Entre as meninas mais da metade (50,7%) afirmou voltar da balada com um amigo que não bebeu. Já entre os meninos a vulnerabilidade é ainda mais acentuada, 61,2% deles admitiu ser carona de veículo conduzido por um amigo que bebeu antes de dirigir.

Embora meninos (88,5%) e meninas (91,4%) concordem que beber e dirigir deve ser proibido, na avaliação dos pesquisadores a carona no carro do amigo que bebeu antes de dirigir indica uma incapacidade majoritária entre os jovens de intervir em uma situação com a qual eles não concordam.

Sobre o uso do bafômetro na fiscalização, a maioria dos jovens (64,3%) afirmou que sopraria. Mais meninos (21,7%) do que meninas se recusariam ao exame, e mais meninas têm dúvida (20,3%) sobre qual atitude tomariam. Mais um dado que demonstra a diferença entre gêneros.

Educação no trânsito

A pesquisa também levantou informações sobre as perspectivas dos jovens sobre atividades relativas à educação no trânsito e às campanhas públicas. Verificou-se que nenhuma atividade de educação para o trânsito é realizada na maioria das escolas (51,8%) nas quais estudam os jovens pesquisados.

No que se refere às campanhas públicas de segurança no trânsito, seis em cada dez jovens não se lembrou de nenhuma campanha recente. Quando questionados sobre mudança de comportamento a partir de campanha, 53,3% dos jovens afirmou que não mudou nenhuma atitude por causa de campanha de educação para o trânsito. Quando os dados são analisados por gênero percebe-se que as meninas são mais sensíveis às campanhas, 52,2% delas admitiu já ter adotado uma nova atitude, diferente dos meninos que 60,4% respondeu negativamente.

Confira o resultado da pesquisa clicando no link abaixo:
http://www.denatran.gov.br/download/RLT_FINAL_RESULTADOS.pdf

quinta-feira, 25 de março de 2010

RODOVIA LOURIVAL BAPTISTA TEM RESTAURAÇÃO CONCLUÍDA DE 36 KM.

Os serviços de restauração da Rodovia Lourival Baptista, SE-270, principal artéria de ligação da região Centro-Sul do Estado, que estão sendo realizados pelo Governo do Estado por meio do Departamento Estadual de Infraestrutura Rodoviária de Sergipe (DER), avançam em mais de 36 km de estrada recuperada em um total de 70 quilômetros. Na via, a sinalização horizontal foi aplicada em 20 km da extensão concluída.

Atualmente a reciclagem se encontra depois do município de Lagarto em direção a cidade de Simão Dias, numa extensão de 44 km, sendo que 42 km, também, já se encontram imprimados, ou seja, prontos para receber a massa asfáltica.

Quem passa pelo local já pode visualizar a mudança existente na rodovia, que é considerada a mais importante da região pelo fluxo avançado de veículos e que liga, diretamente, a BR-101 à divisa com o estado da Bahia. A artéria corta as cidades sergipanas de Salgado, Lagarto e Simão Dias.

O secretário de Estado da Infraestrutura, Valmor Barbosa, ressaltou o andamento dos trabalhos de recuperação da SE-270. “O ritmo com que a Lourival Baptista está sendo reformada demonstra que as obras desse Governo não são morosas”.

A cada passo que a obra avança, a implantação de drenos, meio-fios, descidas d’águas e sarjetas vão sendo executadas às margens da rodovia. A situação se define na aplicação também da sinalização, que além de estar presente ao longo do percurso, nas áreas urbanas recebe uma atenção especial dos órgãos estadual e municipal envolvidos com a obra e o trânsito.

quarta-feira, 24 de março de 2010

APRENDA A RELAXAR DEPOIS DE LONGAS VIAGENS.

Você costuma ficar com dores no corpo após viagens longas ou mesmo quando fica preso no trânsito? Aprenda a relaxar com as dicas da fisioterapeuta Vanda Pereira, através da matéria exibida no Jornal Hoje da Rede Globo.

terça-feira, 23 de março de 2010

MAJOR CARLOS ROLEMBERG VISITA OS TRABALHOS DA CASA DA PAZ.

Major Carlos Rolemberg

• Comandou a Companhia de Rádiopatrulha de Sergipe
• Comandou o Batalhão de Choque de Sergipe
• Atualmente comanda a Companhia de Polícia Rodoviária de Sergipe
______________________________________________________________

No último dia 13 de março as mães assistidas pela casa da paz foram coroadas com a prestimosa visita do Major Carlos Rolemberg, que proferiu a palestra sobre Drogas, dando enfase ao Crack, onde deu explicações detalhadas sobre a droga. Falou sobre a família e da vulnerabilidade em que se encontra, face havermos deixado Jesus Cristo do lado de fora do seio da família.

Matéria postada no Blog da Casa da Paz

PESQUISA TRAÇA PERFIL DE MOTORISTAS QUE USAM ÁLCOOL E DROGAS.

O estudo “Uso de bebidas alcoólicas e outras drogas nas rodovias brasileiras” divulgado, nesta segunda-feira (22), em Brasília, revelou que, motoristas que transitam em rodovias federais e ingeriram álcool ou outras drogas apresentaram índices de transtorno psiquiátricos mais elevados do que àqueles que não fizeram uso de drogas nenhuma (sóbrios).

O levantamento revelou ainda que os motoristas particulares que trafegam nas rodovias consomem mais álcool do que caminhoneiros e condutores de ônibus. Porém os caminhoneiros consomem mais anfetaminas do que outros condutores.

A pesquisa foi desenvolvida pela Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas (Senad), em parceria com o Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania (Pronasci), do Ministério da Justiça, o Departamento de Polícia Federal (DPF), o Departamento de Polícia Rodoviária Federal (DPRF), a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e o Departamento Nacional de Trânsito (Denatran).

Realizado pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, o estudo tem como objetivo ampliar o conhecimento científico sobre o tema, além de orientar e legitimar a elaboração de políticas públicas, capazes de prevenir e reduzir os danos causados pela perigosa associação entre álcool, outras drogas e trânsito.

A pesquisa entrevistou 8 mil condutores de veículos (carros, caminhões, motos, ônibus) em rodovias federais dos 27 estados do país. Sobre o período de consumo, a pesquisa apontou que as taxas de uso das substâncias entre os brasileiros abordados foram maiores à noite nas rodovias (7,3% após às 20h) e mais baixas nas sextas-feiras e sábados (- 4,8 %).

Além disso, 25% dos motoristas entrevistados admitiram ter consumido cinco ou mais doses de bebidas alcoólicas entre duas e oito vezes no último mês. De 55% a 60% dos motoristas disseram que bebiam de 7 a 15 doses de álcool em um dia típico de consumo.

Para o chefe do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), general Jorge Félix, a pesquisa impõe o debate público e aponta para a necessidade de formulação de políticas governamentais. “No Brasil, nos últimos anos, os acidentes de trânsito foram responsáveis pela perda anual média de mais 30 mil vidas, sendo a nona causa de morte e a segunda entre as causas externas, as chamadas mortes evitáveis”.

Outro perfil traçado na pesquisa identificou que, em geral, motoristas particulares apresentam um comportamento mais liberal em relação ao álcool (consumo, abuso, positividade de alcoolemia) quando comparados com motoristas profissionais.

A secretária nacional de Políticas sobre Drogas da Presidência da República, Paulina Duarte, disse que o governo federal está atento para este tema. Ela citou a instituição da lei 11.705, conhecida como a Lei Seca. “Por meio da Polícia Rodoviária Federal distribuímos 10 mil etilômetros e faremos a capacitação de todos os agentes para que atuem nas rodovias com uma abordagem mais educativa junto aos condutores, entre outras estratégias”, explicou ela.

O secretário-executivo do Pronasci, Ronaldo Teixeira, ressaltou ainda a implantação do projeto piloto Unidade de Pronto-Atendimento ao Cidadão da PRF (Unaci), no Paraná. “Houve investimento do Pronasci, com mais viaturas, capacitação e bafômetros. Essa iniciativa contribuiu para a redução dos índices de acidentes de trânsito na região”.

Método

As oito mil entrevistas foram realizadas, entre 2008 e 2009, nas rodovias federais das 27 capitais brasileiras, abrangendo motoristas de carros, motos, ônibus e caminhões – particulares e profissionais - e, na cidade de Porto Alegre (RS) abrangendo motoboys, vítimas de acidentes de trânsito, condutores de veículos freqüentadores de bares e restaurantes e amostras da população de não condutores.

segunda-feira, 22 de março de 2010

COLISÃO ENTRE DOIS CAMINHÕES DEIXA UM MORTO.

Colisão entre dois caminhões no trecho entre Nossa Senhora da Glória e Nossa Senhora de Aparecida, a 93 km da capital, ocorreu no final da tarde desta segunda, 22

No final da tarde desta segunda-feira, 22, ocorreu um acidente grave envolvendo dois caminhões no trecho que fica entre os municípios de Nossa Senhora da Glória e Nossa Senhora de Aparecida, a 93 km da capital.

Uma viatura da Companhia de Polícia Rodoviária Estadual (CPRv), do posto localizado no município de São Domingos, está a caminho do local para verificar a ocorrência. A informação é de que há uma vítima fatal e outra ferida.

Fonte: Infonet

sábado, 20 de março de 2010

AULA DE TRÂNSITO NOTURNA COMEÇARÁ A VALER EM 60 DIAS.

Foi publicada hoje no Diário Oficial da União a alteração no Código Brasileiro de Trânsito que torna obrigatória a realização de aulas noturnas para a obtenção da Carteira Nacional de Habilitação (CNH). Pela nova regra, que passará a vigorar em 60 dias, parte das aulas terão que ser noturnas e a carga horária mínima será fixada pelo Conselho Nacional de Trânsito (Contran). O texto determina o acréscimo de um ponto ao artigo 158 do código, que disciplina as regras para as aulas de direção dos iniciantes, e introduz a nova exigência em caráter obrigatório.

Hoje, os aprendizes de motorista têm de comprovar o aprendizado em pelo menos 20 horas práticas nos termos, horários e locais determinados pelo Departamento de Trânsito (Detran), acompanhado por um instrutor autorizado. Autor do projeto, o deputado federal Celso Russomanno (PP-SP) alega que os especialistas são unânimes em afirmar que recai sobre os condutores a responsabilidade pela absoluta maioria dos acidentes verificados nas vias brasileiras. “Causas relacionadas ao veículo ou a condições da via são, incontestavelmente, secundárias”, lembra.

Segundo ele, há espaço para aperfeiçoar a legislação, “especialmente no intuito de evitar que o período de aprendizagem torne-se mero simulacro da realidade com a qual vai defrontar o futuro motorista”. O deputado argumenta que as “condições especiais de dirigibilidade, que fazem parte da rotina de qualquer motorista, devem fazer parte do aprendizado do futuro condutor”. Segundo Russomanno, “o ato de conduzir o veículo à noite exige precauções adicionais, atenção redobrada”. “É preciso que o candidato, no processo de treinamento, se submeta a essa circunstância, para não vir a fazê-lo apenas quando lhe tiver sido concedida a permissão para dirigir.”

Fonte: UOL Notícias

AUTO ESCOLAS SÃO OBRIGADAS A DAR AULAS À NOITE.

A nova lei ainda nem entrou em vigor e já causou polêmica. Já havia uma recomendação do Conselho Nacional de Trânsito para que os alunos fossem levados a dirigir à noite. Assista a reportagem no Bom Dia Brasil ra Rede Globo de Televisão.

domingo, 14 de março de 2010

AGRADECIMENTO AO COMANDANTE DO 20º BATALHÃO E AO CEL. ALMIR DA CME DA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DA BAHIA.

Ten. Cel. Rosário, Comandante do 20º Batalhão da PMBA

Cel. Almir, Comandante da Coordenadoria de Missões Especiais da PMBA

Os policiais da CPRv através do Maj. Carlos Rolemberg e o Comandante do 6º Batalhão, Ten. Cel. Augusto César, fazem questão de agradecer imensamente ao Ten. Cel. Rosário, Comandante do 20º Batalhão da Polícia Militar do Estado da Bahia, pelo convite feito para participar do brilhante seminário de inteligência realizado na Cidade de Paulo Afonso, bem como, pela acolhida que foi dispensada a todos os policiais militares sergipanos que lá estiveram presentes ao evento, disponibilizando hospedagem e alimentação em hotel confortável.

Por isso, só temos a agradecer ao Ten. Cel. Rosário, este competente oficial que engrandece ainda mais da nossa coirmã Polícia Militar do Estado da Bahia, por toda a atenção dispensada e ao Cel. Amir, Comandante da Coordenadoria de Missões Especiais daquela Corporação, pelo carinho dispensado também durante o evento.

COMANDANTE DA CPRv CONCEDE ENTREVISTA EM RÁDIO, FAZ PALESTRA E JUNTAMENTE COM DEMAIS POLICIAIS FAZEM VISITA TÉCNICA AO 20º BPM/BA.

Durante os momentos livres do IV Seminário de Inteligência realizado pela Polícia Militar da Bahia na Cidade de Paulo Afonso, na área do 20º Batalhão, os policiais militares sergipanos que foram convidados para o evento aproveitaram para conceder entrevista em rádio, fazer palestra e visitar a Unidade do 20º BPM/BA.

O Maj. Carlos Rolemberg concedeu entrevista ao radialista Fábio Salvador, na Rádio Bahia Nordeste, onde falou sobre a honra dos militares sergipanos por estarem participando daquele evento, das atuações e do esforço do comando da PMSE em procurar melhorar ainda mais a segurança do Estado de Sergipe e sobre as drogas.

Através do Sr. Alberto Conceição Barreto, dirigente de uma obra social chamada "Casa da Paz", cuja entidade atende a crianças e adolescentes carentes, bem como assiste seus pais, convidou o Maj. Carlos Rolemberg para fazer uma palestras sobre os malefícios das drogas para os pais dos menores atendidos pela instituição, na Escola Jeorgina Alves, área carente de Paulo Afonso. A palestra contou com a participação de diversos pais e mães que demonstraram muito interesse acerca do tema abordado, fazendo diversas perguntas ao Maj. Carlos Rolemberg, inclusive relatando experiências próprias. O Sr. Alberto ao final fez questão de agradecer aos militares da CPRv e em especial ao Maj. Carlos Rolemberg pela palestra realizada, mostrando o compromisso da PMSE em promover uma sociedade cada vez melhor, inclusive fora do seu Estado.

Por fim, foi realizada uma visita técnica ao 20º Batalhão da Polícia Militar do Estado da Bahia, onde os policiais militares da PMSE puderam conhecer todas as instalações daquela Unidade.

Radialista Fábio Salvador entrevistando o Maj. Carlos Rolemberg


Maj. Carlos Rolemberg, Sr. Alberto Conceição Barreto (dirigente da Casa da Paz), Ten. Patrícia, Cb. Cícero da Silva, Sd. Iury e a Sd. Élida.

Maj. Carlos Rolemberg palestrando para pais de crianças e adolescentes assistidos pela Casa da Paz, em Paulo Afonso, sobre o mal provocado pela drogas


Os pais interagiram com o Maj. Carlos Rolemberg, inclusive relatando suas experiências pessoais


Logo após a palestra foi servido um sopão aos pais que prestigiaram a palestra, o que é feito corriqueiramente pela instituição Casa da Paz, um trabalho bonito que merece todo o apoio

Visita técnica feita ao 20º Batalhão da PMBA

O SEMINÁRIO DE INTELIGÊNCIA REALIZADO EM PAULO AFONSO/BA FOI ORGANIZADO PELA CME DA PMBA. SAIBA O QUE É A CME E COMO ATUA JUNTO A PMBA.

Cel. Almir, Comandante da CME, juntamente com os policiais militares da CPRv/PMSE

Cel. Almir, juntamente com o pessoal da CME que organizou o Seminário

Maj. Marinho, Chefe do Setor de Inteligência da CME

Os policiais militares sergipanos (da CPRv e do 6º Batalhão da PMSE) que participaram do IV Seminário de Inteligência realizado na Cidade de Paulo Afonso/BA, onde está sediado o 20º Batalhão, tiveram a oportunidade de saber como funciona a CME (Coordenadoria de Missões Especiais) da Polícia Militar do Estado da Bahia, que tem como Coordenador Geral do Cel. Almir e como Chefe de Inteligência o Maj. Marinho.

Saiba o que é a CME e como a mesma funciona através da troca de experiência com o Maj. Marinho:

CPRv – De que forma o CME atua perante a Polícia Militar do Estado da Bahia?

Maj. Marinho – A CME (Coordenadoria de Missões Especiais) é um órgão de assessoria do Comando Geral conforme consta do decreto que a criou, só que como a Segurança Pública é a finalidade da corporação policial militar, nós também subsidiamos o policiamento ostensivo através dos comandantes das unidades. Nós temos células de inteligências onde a CME funciona como uma agência central que coordena, faz a parte de planejamento e instrução, mas cada unidade operacional tem a sua própria célula de inteligência, que não é subordinada a agência central, ou seja, ela tem vínculo funcional, mas não subordinadas. Portanto, nós temos agências espalhadas por todos os 417 municípios do Estado da Bahia, cujas agências são subordinadas a cada comandante de unidade. Na verdade o que se cobra das agências é o conhecimento de determinados fatos, onde a instrução é nossa, o credenciamento de quem vai participar desse sistema tem que passar obrigatoriamente pela CME, pois é ela quem diz quem pode e quem não pode integrar o sistema, mas a opção de quem colocar na agência é sempre do comandante de unidade, onde normalmente ele envia os nomes para a CME, onde é feita a análise desses nomes e se informa quais podem ou não chefiar essas agências espalhadas pela Bahia, porém não indicamos pessoa específica, pois a escolha fica a cargo do comandante da unidade.

CPRv – Quais os resultados que a CME trouxe para a Polícia Militar baiana?

Maj. Marinho – A CME atua em inúmeras áreas sempre visando subsidiar informações com o foco de auxiliar o policiamento ostensivo. Nós temos, por exemplo, na sala de situação, a sessão de assuntos correntes, que confecciona diariamente um informativo, que é um periódico com vários cadernos de segurança pública, de assuntos sociais, e nesses cadernos são expostos vários assuntos de interesse da segurança pública, assuntos que vêm da mídia, como jornais, rádios, televisão, coletando-se informações de todo o Estado da Bahia, onde ligamos de duas a três vezes para cada unidade operacional, obtendo as informações importantes que nos são passadas e isso é disponibilizado para todo o sistema e mais, para todas as autoridades do Estado, como o Governador, Secretário de Segurança, Comandante Geral, Coronéis da Polícia Militar, Agência Brasileira de Inteligência, Polícia Federal, esclarendo ainda que esse periódico é compartilhado há 13 anos e diariamente na faixa das 7 horas é enviado para todas essas autoridades.

ACIDENTE DEIXA DOIS MORTOS NA RODOVIA SE-285.

Fotos: Jeferson Bomfim do Portal Atalaia Agora


Um acidente grave envolvendo uma moto e um carro de passeio deixou dois mortos na rodovia SE-285, que liga os municípios de Pedrinhas e Arauá. A colisão foi no início da tarde desta sexta-feira (12). De acordo com os policiais da CPRv, o motoqueiro tentou ultrapassar um caminhão e acabou batendo de frente com o veículo.

Os dois jovens que estavam na moto, Walfran Ramos Santos, 16 anos, e Adenilton dos Santos, 18 anos, não resistiram aos ferimentos e morreram no local. O motorista do carro de passeio fugiu sem prestar socorro às vítimas.

A CPRv informou que existe a possibilidade que o carro estaria em alta velocidade, pois foi identificado 84 metros de frenagem na pista.

Fonte: Atalaia Agora

sábado, 13 de março de 2010

POLICIAIS MILITARES SERGIPANOS PARTICIPARAM DO 2º DIA DO SEMINÁRIO DE INTELIGÊNCIA DO 20º BATALHÃO DA PMBA.

Os policiais militares sergipanos participaram do 2º dia do Seminário de Inteligência do 20º Batalhão da PMBA, com palestras de grande importância para um melhor trabalho da polícia militar no combate ao crime.

Inicialmente foi realizada a palestra pelo Cap. Rubenilton, abordando o tema "Conectividade do Sinpom (Setor de Inteligência Policial Militar), mostrando a importância da inteligência policial no combate ao crime, bem como, da manutenção de um banco de dados sempre atualizado.

Logo após foi a vez dos Chefes dos Setores de Segurança dos Correios e do Branco do Brasil, que resaltaram a importância dos gerentes destas empresas em sempre manter uma parceria com a polícia, objetivando evitar assaltos, adotando alguns procedimentos para dificultar a ação dos criminosos.

Já na parte da tarde, o Maj. Anselmo, Comandante do CEPAC (Polícia da Caatinga da Bahia), mostrou de que forma a Polícia de Caatinga age no combate ao crime organizado, principalmente no combate às drogas, trabalhando com o mapeamento de áreas, inclusive com coordenadas geográficas, disque cidadão e planejamento através do setor de inteligência da Unidade, o que vem fazendo com que tenham sucesso em diversas investidas contra os criminosos da região, ressaltando ainda a importância do entrelaçamento das polícias militares, parabenizando a PMSE por ter militares participando do seminário.

Por fim, o Ten. Cel. Gilson Santiago, Comandante do 3º BPM/BA e o Ten. Cel. Jorge Ubirajara, Comandante do 15º BPM/BA, mostraram os trabalhos desenvolvidos em suas Unidades no combate a criminalidade, contando pricipalmente com o apoio da população, através de uma maior integração com a comunidade, onde uma vez por mês, a sede do batalhão é transferida para um município ou bairro, onde são realizadas reuniões com a população, buscando uma maior eficiência no serviço prestado.

Cap. Rubenilton

Chefe de Segurança do Banco do Brasil

Policiais militares sergipanos participando ativamente do seminário


Diversos comandantes de batalhões e companhias do interior baiano estiveram presentes ao seminário


Cel. Almir, Comandante da Coordenadoria de Missões Especiais da PMBA falando sobre o trabalho desenvolvido

Maj. Anselmo, Comandante do CEPAC da PMBA

Maj. Carlos Rolemberg, Cel. Almir, Sd. Iury, Cb. Cícero e Sd. Élida

Maj. Anselmo, Maj. Carlos Rolemberg, Sd. Iury, Ten. Cel. Santiago e Cb. Cícero

sexta-feira, 12 de março de 2010

POLICIAIS MILITARES DA CPRv E COMANDANTE DO 6º BATALHÃO PARTICIPAM DE SEMINÁRIO DE INTELIGÊNCIA NO 20º BATALHÃO DA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DA BAHIA.

Policiais militares da CPRv, juntamente com o Comandante da Unidade, Major Carlos Rolemberg e o Comandante do 6º Batalhão, estão participando desde o dia de ontem (11) do seminário de inteligência junto ao 20º Batalhão da Polícia Militar do Estado da Bahia, cuja programação do evento se estende até o próximo domingo (14), contando com a participação de diversos Comandantes de Batalhões e Companhias de diversos Municípios do Estado da Bahia.

O seminário foi aberto com a palavra do Comandante Geral da PMBA, Cel. Mascarenhas, através de vídeo-conferência, o qual ressaltou a importância de seminários como este, visando capacitar cada vez mais os policiais militares.

Posteriormente utilizou-se da palavra o Ten. Cel. Rosário, Comandante do 20º Batalhão da PMBA, que agradeceu a todos pela presença, mostrando a importância de qualificar a tropa para cada vez mais prestar um serviço de maior qualidade à comunidade, bem como, fez questão de agradecer a partipação dos policiais militares sergipanos, agradecendo ao Comando da PMSE por ter autorizado a vinda dos mesmos, possibilitando com isso um maior entrelaçamento entre as corporações coirmãs.

Logo após, foram iniciadas as palestras, cujo primeiro tema abordado foi "A Influência do Sistema Prisional na Segurança Pública", tendo como palestrante o Capitão Júlio, que mostrou a importância de se desbaratar as organizações que são criadas pelo crime organizado, dentro das unidades prisionais. ESte tema também foi debatido pelo Dr. Marley, Juiz da Vara Criminal e de Execuções Penais da Comarca de Paulo Afonso e pela Dra. Milane Vasconcelos, Promotora de Justiça da Comarca de Paulo Afonso.

A segunda palestra foi ministrada pelo Capitão Lúcio Fonseca, da Coordenadoria de Inteligência da PMBA, o qual abordou o tema "Importância do Disque Cidadão e a Regionalização de Tal Serviço Junto aos Batalhões do Interior", além de mostrar a importância de tal serviço junto à Polícia Militar do Rio de Janeiro, com depoimento inclusive do Comandante do BOPE e a Polícia Militar do Maranhão, que possibilita a prestação de um serviço mais eficiente para a sociedade.

A terceira e última palestra realizada abordou o tema "As Ações da PMBA Frente ao Cenário Político da Bahia", cuja ministração foi feita pelo Capitão Trindade, que mostrou a importância da Polícia Militar em cada região, possuir um cadastro de todas as ocorrências relativas as eleições anteriores, bem como, as que já estão ocorrendo face ao atual pleito eleitoral que se avizinha, facilitando assim um planejamento da corporação para as eleições.

Composição da Mesa, com o Representante da Chesf, Vice-Prefeito de Paulo Afonso, Ten. Cel. Rosário, Comandante do Batalhão de Paulo Afonso, Dra. Milane, Promotora de Justiça e Dr. Marley, Juiz de Direito

Comandante Geral da PMBA, Cel. Mascarenhas, fazendo uso da palavra através de vídeo-conferência

Ten. Cel. Rosário, Comandante do 20º Batalhão da PMBA

Representantes da Chesf, juntamente com o Ten. Cel. Augusto César, Comandante do 6º Batalhão da PMSE, Ten. Cel. Rosário, Comandante do 20º Batalhão da PMBA e o Maj. Carlos Rolemberg, Comandante da CPRv

Policiais militares sergipanos presentes ao seminário


Auditório repleto de paticipantes



Maj. Carlos Rolemberg com o amigo Cap. Costa Júnior do 20º Batalhão da PMBA

Maj. Carlos Rolemberg concedendo entrevista ao repórter Gil Leal da Rádio Bahia Nordeste

segunda-feira, 8 de março de 2010

TENHA UMA VIDA SAUDÁVEL. SAIBA MAIS SOBRE A HIPERTENSÃO. UMA DICA DA CPRv.


O que é hipertensão
Entenda mais sobre a doença

O que é
A pressão sanguínea é a força que o sangue exerce sobre as paredes dos vasos sanguíneos. O coração bombeia sangue para as artérias (vasos sanguíneos), que levam o sangue para o corpo todo. A pressão alta, também chamada de hipertensão, é perigosa porque faz o coração trabalhar mais para bombear o sangue para o corpo. Isso contribui para o endurecimento das artérias (arteriosclerose) e para o desenvolvimento de uma parada cardíaca.

O que é uma pressão sanguínea normal?

Há muitas categorias de pressão sanguínea:
Normal: menos de 120/80 Pré-hipertensão: 120-139/80-89
Hipertensão 1: 140-159/90-99
Hipertensão 2: 160 e acima/100 e acima

Quem está com a pressão acima do nível normal deve procurar um médico para saber como baixá-la.

O que causa a hipertensão?
A causa exata é desconhecida, mas há diversos fatores que colaboram para seu desenvolvimento:
Fumar
Estar acima do peso Sedentarismo
Excesso de sal na dieta
Muito álcool (mais de uma ou duas doses por dia)
Estresse
Idade avançada
Genética
Histórico familiar
Doenças crônicas do fígado
Distúrbios supra-renais ou na tireóide

Quais são os sintomas?
Geralmente não há sinais. Por isso, um terço das pessoas que tem hipertensão não sabe que possui a doença. O melhor caminho, portanto, é sempre checar a pressão. Se a sua pressão estiver extremamente alta, você pode ter alguns sintomas:
Dor de cabeça intensa
Fadiga ou confusão
Problemas de visão
Dor no peito
Dificuldade para respirar
Batimentos cardíacos irregulares
Sangue na urina

Quem tem mais tendência a desenvolver hipertensão?
Pessoas com histórico familiar desta doença
Quem fuma
Negros
Grávidas
Mulheres que tomam pílula
Pessoas com mais de 35 anos
Obesos e quem está acima do peso
Pessoas que bebem muito álcool
Sedentários
Quem ingere muita gordura ou comidas salgadas

Como a hipertensão é diagnosticada?
Seu médico pode diagnosticar a hipertensão ao medi-la com um monitor. Você mesmo pode ter um aparelho desses em casa. O ideal é checar a pressão pelo menos uma vez por ano.

Quais problemas de saúde estão associados à hipertensão?
A hipertensão é uma doença séria, que pode danificar seu coração e os vasos sanguíneos. Pode levar também a vários outros problemas, como:
Infarto
Parada cardíaca
Ataque do coração
Falência do fígado
Problemas de visão

Como a hipertensão é tratada?
O tratamento inclui mudanças no estilo de vida e remédios. As alterações incluem perder peso, parar de fumar, ter uma dieta saudável (baixo nível de sódio, com frutas, vegetais e farinhas integrais) e fazer exercícios, especialmente os aeróbicos. Existem diversos tipos de medicamentos para tratar a hipertensão, incluindo os diuréticos, inibidores da angiotensina, bloqueadores dos canais de cálcio, bloqueadores de beta e IECAs.

Fonte: Minha Vida

SAIBA MAIS SOBRE A RESOLUÇÃO Nº 265/07, QUE FALA ACERCA DO ENSINO DO TRÂNSITO NAS ESCOLAS.

• A Resolução n. 265/2007, do Contran, é exclusivamente dirigida ao ensino médio e sua implementação não é compulsória, dependendo do interesse de cada escola.

• A proposta contida na Resolução n. 265/2007 trata-se da implementação de uma atividade extracurricular que pode ser ofertada aos alunos interessados, em turno oposto às aulas ou como a escola determinar.

• O órgão ou entidade executivo de trânsito do Estado ou do Distrito Federal (Detran) será o responsável pela autorização, pelo controle e pela fiscalização da atividade extracurricular. Portanto, a escola pode firmar parceria com o Detran para auxiliar a implementação da atividade.

• A carga horária mínima estabelecida para a implementação da atividade extracurricular é 90 horas aula presenciais que podem ser distribuídas eqüitativamente durante os três anos do ensino médio; durante os três últimos anos (nas escolas que possuem ensino médio em quatro anos); durante os dois últimos anos do ensino médio. A carga horária referente a cada conteúdo ministrado deve obedecer à proporcionalidade da carga horária estabelecida em legislação vigente.

• O conteúdo programático a ser adotado pelas escolas interessadas deve estar em consonância àquele determinado ao curso de formação de condutores para obtenção da permissão para dirigir e da autorização para conduzir ciclomotores, estabelecido na Resolução n. 168/2004, do Contran. A Resolução n. 168/2004 dispõe cinco disciplinas: legislação de trânsito, direção defensiva, noções de primeiros socorros, noções de proteção e respeito ao meio ambiente e de convívio social no trânsito e noções sobre funcionamento do veículo de 2 e 4 rodas.• Caso a escola queira implementar a atividade extracurricular com 120 horas aula ou mais, deverá obedecer à proporcionalidade da carga horária estabelecida na Resolução n. 168/2004 como demonstrado no quadro.

• A ampliação da carga horária para 90 horas aula possibilitará à escola aprofundar os conteúdos especificados na Resolução n. 168/2004, em cada disciplina, assim como trabalhar com questões voltadas a temas importantes aos jovens, tais como álcool e direção, velocidade, uso de equipamentos obrigatórios de segurança, entre outros que visem à adoção de comportamentos éticos e seguros no trânsito.

A RESOLUÇÃO 265/2007: PASSO A PASSO

1. A escola interessada em oferecer a atividade extracurricular deve preencher três formulários (conforme modelos contidos no Anexo II, itens 1, 2 e 3 da Resolução):

• o primeiro solicitando ao Detran autorização para implementar a atividade extracurricular;

• o segundo contendo a identificação do(a) coordenador(a), responsável pelo encaminhamento da atividade extracurricular na escola. O(A) coordenador(a) pode ser um(a) profissional contratado(a) pela escola ou, até mesmo, o(a) diretor(a).

• o terceiro constando a identificação do corpo docente que ministrará as aulas. Destaca-se que o corpo docente deve ser constituído por profissionais que apresentem certificado de conclusão do curso de instrutor de trânsito. Assim, se algum(a) professor(a) contratado(a) pela escola possui certificação no referido curso, poderá ministrar as aulas. Caso contrário, a escola deverá contratar profissionais que possuam tal formação.

2. Após o preenchimento dos formulários, a escola interessada deverá elaborar um projeto com informações acerca da atividade a ser realizada (conforme modelo contido no Anexo II, item 4 da Resolução).

3. Os formulários e o projeto deverão ser encaminhados ao Detran para análise que será realizada, preferencialmente, pela área de educação do órgão.

4. O Detran, após análise, emitirá um documento (conforme modelo contido no Anexo III da Resolução), autorizando a escola a iniciar a atividade.

5. Ao final da atividade extracurricular, a escola expedirá a relação nominal dos alunos que concluíram a atividade e que obtiveram freqüência igual ou superior a 75% (conforme modelo contido no Anexo V da Resolução) e os certificados de participação (conforme modelo contido no Anexo IV da Resolução). Estes certificados deverão ser autenticados pelo Detran.

6. Os(As) alunos(as) que portarem o certificado autenticado e que tiverem interesse em obter a Permissão para Dirigir, poderão – desde que preencham os requisitos contidos no Artigo 140 do CTB – encaminhar-se ao Detran para dar início formal ao processo de habilitação.

De acordo com a Resolução 168/2004, após abertura do processo de habilitação, junto ao Detran (cadastramento de dados informativos no Registro Nacional de Condutores Habilitados – Renach), o(a) candidato(a) à habilitação deve submeter-se à avaliação psicológica, exame de aptidão física e mental, curso teórico-técnico, exame teórico-técnico, curso de prática de direção veicular e exame de prática de direção veicular.

O(A) candidato(a) que possuir o certificado emitido pela escola, autenticado no Detran, deverá abrir seu processo de habilitação normalmente, submetendo-se à avaliação psicológica e ao exame de aptidão física e mental. Entretanto, não será necessária a realização do curso teórico-técnico, uma vez que já freqüentou as aulas no ensino médio. Sendo assim, o(a) candidato(a) pode se dirigir ao Detran para realização do exame teórico-técnico. No caso de reprovação, deverá, obrigatoriamente, realizar novo curso teórico-técnico (30 horas aula) e refazer o exame. No caso de aprovação, poderá seguir o processo normal de habilitação, realizando o curso de prática de direção veicular (15 horas aula) em Centro de Formação de Condutores para posterior exame.

O Denatran, por meio do programa “Capacitação de Profissionais de Trânsito” promoverá cursos de reciclagem aos instrutores de trânsito, a fim de que possam estar preparados para o exercício da função na escola de ensino regular. E, conforme sugestão do CNE, envidará esforços para elaborar recursos pedagógicos capazes de subsidiar a implementação da atividade extracurricular proposta na Resolução n. 265/2007.

A CPRv PARABENIZA A TODAS AS MULHERES E EM ESPECIAL AS POLICIAIS MILITARES PELO DIA DA MULHER.

scrapbook digital no orkut
A CPRv faz questão de homenagear as mulheres e principalmente as mulheres policiais militares pelo Dia da Mulher. Mulheres que muitas vezes têm que se dividir entre cuidar da família e o trabalho árduo na defesa da sociedade, mas sempre com muita garra, determinação e sensibilidade, fazem sempre o seu melhor.

Por isso as homenageamos com a mensagem abaixo:

Mulher...

Que traz beleza e luz aos dias mais
difíceis
Que divide sua alma em duas.
Para carregar tamanha sensibilidade e força
Que ganha o mundo com sua
coragem
Que traz paixão no olhar
Mulher,
Que ama incondicionalmente
Que se arruma, se perfuma
Que vence o cansaço
Mulher,
Que chora e que ri
Mulher que sonha...
Tantas mulheres, belezas únicas,
vivas
Cheias de mistérios e encanto!
Mulheres que deveriam ser
lembradas,
Amadas, admiradas todos os dias...
e que muitas destas mulheres
tão maravilhosas estão por todo
o mundo sofrendo...
Calada.
Para você mulher
Não basta ser só inteligente
Você tem que ser especial
e valorizada por tudo que você,
Representa...

Feliz Dia da Mulher

sexta-feira, 5 de março de 2010

NORMA PERMITE MODIFICAÇÕES EM TODOS OS VEÍCULOS PARA CONDUÇÃO POR PESSOAS COM NECESSIDADES ESPECIAIS.

O Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) esclarece que é permitida a modificação em qualquer veículo para ser conduzido por pessoas com necessidades especiais. A partir da publicação da Portaria 659, em 17 de dezembro de 2009, todos os veículos podem ser adaptados, inclusive os de carga, tração e os coletivos de passageiros, dando condições para que esses condutores possam exercer a profissão nas categorias “C”, “D” ou “E”.

O processo para permitir o exercício de atividade remunerada por condutores com necessidades especiais teve início em 2007, quando o presidente do Conselho Nacional de Trânsito/Contran, atendendo decisão do Juízo da 10ª Vara Cível de São Paulo, em ação promovida pelo Ministério Público Federal, publicou a Deliberação 61 em 17 de dezembro, retirando a vedação desse tipo de atividade para condutores com veículos adaptados com a revogação da Resolução 80/98. A Deliberação foi referendada pela Resolução 267/2008.

Apesar da edição da Resolução 267, havia ficado uma lacuna quanto a permissão das modificações nos veículos das categorias “C”, “D” ou “E”. Ou seja, o condutor com veículo adaptado poderia exercer atividade remunerada, porém não estavam previstas as modificações em veículos de carga, tração e os coletivos de passageiros.

Essa questão foi levantada pela Procuradoria da República do Estado de Pernambuco em 29 de junho de 2009, que solicitou esclarecimentos do Contran sobre os critérios em vigor para adaptação desses veículos. Segundo a Procuradoria, “embora o Contran tivesse retirado a vedação para que os deficientes físicos realizassem atividade profissional de condutor, permaneceu silente quanto às adaptações de veículos das categorias “C”, “D” e “E””.

Diante disso, o Denatran publicou a Portaria 659 em 17 de dezembro de 2009, alterando o anexo da Resolução 292/2008 para permitir a modificação em todos os veículos para serem conduzidos por portadores de necessidades especiais. Com a edição da norma, ficaram atendidas às determinações da Procuradoria da República do Estado de Pernambuco, bem como da Ação Civil Pública proposta pelo Ministério Público Federal do Estado de São Paulo.

quinta-feira, 4 de março de 2010

CONTRAN PADRONIZA SINALIZAÇÃO PARA FISCALIZAR VELOCIDADES DISTINTAS.

O presidente do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), Alfredo Peres da Silva, expediu em novembro de 2009 a Deliberação 86, que padronizou a sinalização para a fiscalização de velocidades máximas permitidas distintas no mesmo local ou trecho de via. A Deliberação foi referendada pelo Contran por meio da Resolução 340, publicada nesta segunda-feira (01/03).

Para facilitar a compreensão do condutor foi definido que para a fiscalização de velocidades distintas o órgão deverá utilizar a sinalização que divide os veículos em duas categorias: veículos leves e veículos pesados.

De acordo com a Resolução, a expressão “veículos leves” corresponde a ciclomotor, motoneta, motocicleta, triciclo, quadriciclo, automóvel, utilitário, caminhonete e camioneta. Já “veículos pesados” engloba ônibus, microônibus, caminhão, caminhão-trator, trator de rodas, trator misto, chassi-plataforma, motor-casa, reboque ou semi-reboque e suas combinações.

Caso um veículo leve esteja tracionando outro será considerado veículo pesado para fins de fiscalização.

Exemplo de sinalização

OUVIDORIA DA PM AMPLIA HORÁRIO DE ATENDIMENTO AO CIDADÃO NO CEAC DO SHOPPING RIOMAR.

Denúncias, críticas, sugestões e elogios ligados ao trabalho desempenhado por oficiais e praças da Polícia Militar de Sergipe devem ser direcionadas à Ouvidoria da PM, que funciona no Centro de Atendimento ao Cidadão (CEAC) do Shopping Riomar, das 7h30 às 17h30, de segunda à sexta-feira.

Segundo informações do soldado Paulo César Magalhães dos Reis, que trabalha no local, o mês de janeiro apontou 24 registros entre denúncias e reclamações contra policiais, seguidas de 11 reclamações do mês de fevereiro.

“Reforçamos que no momento de realizar uma denúncia, por exemplo, é preciso que o cidadão esteja munido de um documento original com foto e que tenha informações precisas sobre o fato. Se tiver o número da viatura envolvida na ação e os nomes dos policiais facilita o nosso trabalho. Há processos que são arquivados por impossibilidade de identificação dos agentes envolvidos em determinada ação”, enfatiza o soldado Magalhães.

É importante frisar que o órgão não pode atuar com denúncias anônimas, tendo em vista que as duas partes envolvidas precisam ser ouvidas em determinado momento do processo. A busca pelo serviço deve ocorrer de forma presencial.

Ouvidoria da PM

Ouvidor da PMSE: Coronel PM Marcos Mota Miranda

Endereço: Centro de Atendimento ao Cidadão (CEAC) do Shopping Riomar, localizado na avenida Delmiro Gouvêia, s/n, Coroa do Meio, Aracaju (SE).

Horário de funcionamento: 7h30 às 17h30, de segunda à sexta-feira.

Serviço: Críticas, sugestões, denúncias, elogios relativos ao trabalho desenvolvido por policiais militares.

OBRAS DA PONTE SOBRE O RIO PIAUÍ AVANÇAM.

As obras para construção da ponte sobre o rio Piauí estão avançando dentro ritmo planejado. Das 160 estacas que serão colocadas, 14 já foram cravadas e cerca de 300 operários trabalham no serviço. A obra do Governo de Sergipe, executada por meio da Secretaria de Estado da Infraestrutura (Seinfra), ligará os municípios de Estância e Indiaroba, mais precisamente os povoados de Porto do Cavalo à Terra Caída.

No momento, a construção está avançando na margem do rio do lado de Indiaroba. A partir do 24º apoio, que se localizará no centro da ponte, uma segunda frente começará a trabalhar no sentido contrário, ou seja, voltando para a margem Em seguida, quando todo um lado estiver pronto, terá início a construção dos apoios do lado de Estância.

O investimento de R$ 106 milhões terá 1,712 km de extensão, duas pistas de rolamento, acostamento de 1,5 metros de cada lado, corrimão e divisor de vias, totalizando 14,2 metros de largura. A ponte fará com que a distância entre Aracaju e Salvador seja diminuída em 70 quilômetros.

A limpeza do terreno e a instalação do canteiro de obras e da usina de concreto já foram concluídas. A produção diária de concreto da usina chega a cerca de 100 metros cúbicos, que são utilizados na construção.

Vigas

Em um espaço próximo à obra, estão sendo fabricadas as vigas pré-moldadas que farão parte da superestrutura. Elas serão instaladas ligando um apoio ao outro, depois que o 24º apoio for construído. O trabalho de sondagem ainda continua sendo realizado para encontrar a rocha onde os pilares dos apoios serão fixados. A previsão é de que a obra seja concluída em abril de 2011.

Segundo o secretário de Estado da Infraestrutura, Valmor Barbosa, a ponte irá acelerar o desenvolvimento da região. “É uma obra grandiosa. Ela vai permitir que as pessoas se desloquem para a capital com mais facilidade, tanto a trabalho como a passeio, assim como as de Aracaju vão poder ir e voltar no momento em que desejarem. Tenho certeza que o turismo também será fortalecido porque a população de Salvador, através da linha verde, poderá usar a ponte para chegar a Aracaju, que tem uma orla belíssima”, comentou Barbosa.

Ainda de acordo com o secretário, o Governo do Estado quer continuar avançando com obras na região, a exemplo da Caueira, onde cerca de R$ 100 milhões estão sendo investidos em esgotamento sanitário, pavimentação e drenagem. “O Governo está cuidando desses municípios para inserir Sergipe entre os Estados de pontos turísticos notáveis. São esses investimentos que vão trazer essa percepção para os demais”, declarou.

quarta-feira, 3 de março de 2010

ESCOLA PÚBLICA DE TRÂNSITO ABRE INSCRIÇÕES PARA O CURSO DE 1ª HABILITAÇÃO GRATUITA.

O Departamento Estadual de Trânsito, através da Escola Pública de Trânsito, inicia nesta segunda-feira, 1 de março de 2010, as inscrições para mais um curso de 1ª CNH gratuita. O curso é destinado às pessoas economicamente carentes que residem no interior do estado. O formulário de inscrição estará disponível no site do Detran durante o período de 15 dias.

Para se inscrever, o candidato deverá preencher o formulário de inscrição, declarando atender a todos os critérios exigidos. Após o período de inscrição, aqueles que forem selecionados pela Escola Pública receberão um comunicado pelos Correios convocando-os a comparecer ao órgão. Nesse momento, então, os candidatos deverão comprovar todas as informações declaradas no pré cadastro.

Dessa forma, para a realização das inscrições na Escola Pública de Trânsito, os candidatos devem atender ao disposto no art. 140 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB) e no art. 26 do regulamento da escola. As aulas teóricas e práticas serão realizadas na sede do Detran, localizada na capital, no período de aproximadamente 30 (trinta) dias.

Art. 140 do CTB

I- ser penalmente imputável;
II- saber ler e escrever;
III- possuir Carteira de Identidade ou equivalente.

Parágrafo Único – As informações do candidato à habilitação serão cadastradas no RENACH.

Art. 26- regulamento da Escola
O corpo discente é constituído por candidatos comprovadamente residentes e domiciliados no Estado de Sergipe, inscritos na Escola Pública de Trânsito de Sergipe – EPTRAN/SE, cuja inscrição far-se-á obedecendo a critérios que estão relacionados na seguinte ordem de prioridade:

I- estar desempregado;
II- estar incluído no cadastro único dos programas sociais (Bolsa Família, Pró-jovem);
III- empregado com renda igual a 01 (um) salário mínimo;
IV- ser estudante da rede de ensino público.

Clique no link abaixo para abrir o formulário de inscrição:
http://www.detran.se.gov.br/escola_inscricao.asp