terça-feira, 10 de agosto de 2010

REGULAGEM DOS FARÓIS AUMENTA A SEGURANÇA.

Faróis desregulados nos veículos podem causar acidentes e até ocasionar multas

É na estrada que dá para perceber melhor quanto os carros estão "zarolhos". Isso mesmo, com os faróis desregulados, os fachos de luz apontam em direções diferentes, muitas vezes totalmente opostas.

A falta de cuidado aumenta o risco de ofuscamento da visão do motorista que segue no sentido contrário e facilita a ocorrência de acidentes. Além disso, faróis desregulados podem resultar em multa (infração ao artigo 223 do Código Brasileiro de Trânsito) e retenção do veículo para regularização.

Em geral, esse problema é muito encontrado em carros com mais de oito anos de uso, ou com cerca de 75,5 mil quilômetros rodados.

Para saber se o seu carro está com o farol desregulado, você pode fazer um teste simples. Com o farol baixo ligado, de preferência à noite, coloque o carro em frente a um lugar plano, como uma parede. Do lado esquerdo o facho de luz deve estar quase reto e do lado direito, um pouco mais inclinado para cima, de dentro para fora.

A ideia é que com a inclinação para cima do lado direito da pista, onde ficam o acostamento e as placas, o motorista possa ter uma visão mais ampla.

As duas linhas horizontais devem estar alinhadas. Se uma for mais alta que a outra, estamos vendo faróis desregulados. O correto é que as duas linhas estejam projetadas levemente para baixo.

Técnica específica

Caso o seu carro não esteja assim, leve-o a um centro automotivo de confiança. Utilizando-se de um aparelho específico, o técnico vai alinhar os fachos de luz.

É importante também checar se as lâmpadas são adequadas, especialmente no caso de motoristas que trafegam mais à noite. Além do alinhamento, que regula os eixos verticais, horizontais e simetria dos fachos de luzes, as lâmpadas devem ser trocadas preventivamente a cada 50.000 quilômetros, evitando assim surpresas desagradáveis durante uma viajem.

Fonte: A Cidade

Nenhum comentário:

Postar um comentário