quinta-feira, 21 de fevereiro de 2013

CPRv REALIZARÁ FISCALIZAÇÃO DA LEI SECA NOS DIAS DE FEIRAS LIVRES NO INTERIOR DO ESTADO.




A Companhia de Polícia Rodoviária Estadual – CPRv, estará implementando nas rodovias de acesso aos municípios do interior do estado, em dias que são realizadas as feiras livres, a Operação Lei Seca. O objetivo as fiscalização será verificar as condições dos condutores que efetuam o transporte de passageiros e mercadorias para essas localidades, bem como, verificar a situação de segurança dos veículos, principalmente os caminhões, ônibus e táxis.

Todos os condutores que forem fiscalizados serão submetidos ao teste do bafômetro, a fim de verificar se a capacidade psicomotora do motorista encontra-se alterada (ingeriu bebida alcoólica), já nas vistorias dos veículos, os policiais verificarão a parte de documentação, passageiro em compartimento de carga, excesso de passageiros e as condições de segurança que o veículo oferece (pneus, extintor, cinto de segurança).

Com essa medida o Capitão Gilmar, Comandante da CPRv pretende intensificar a fiscalização da Lei Seca em outras localidades do interior, descentralizando um pouco das principais rodovias do estado e das regiões de praias, onde diariamente a CPRv vem realizando esse  tipo de fiscalização. “Estamos direcionando o foco do policiamento rodoviário, para as localidades onde os condutores não estão acostumados com esse tipo de fiscalização através de aparelhos tecnológicos, pois somente com medidas preventivas e educativas, conseguiremos minimizar os acidentes de trânsito nas rodovias estaduais”.

Lei Seca:

A Lei Seca ficou ainda mais rígida, o condutor que for flagrado, após a realização do teste do bafômetro, com índice igual ou superior a 0,05 mg/l por litro de ar expelido dos pulmões, terá sua carteira nacional de habilitação recolhida, o seu veículo ficará retido até apresentação de outro condutor habilitado, receberá uma multa no valor de R$ 1.915,30 e perderá sete pontos em sua CNH. Se o índice for igual ou superior a 0,34 mg/l, o condutor além de receber as medidas administrativas, será preso e conduzido a Delegacia de Polícia.

Ainda de acordo com a Lei nº 12.760/2012 (nova lei seca) e a Resolução nº 432/2013 do CONTRAN, serão aplicadas as penalidades e medidas administrativas previstas no Art. 165 do CTB ao condutor que se recusar a se submeter a qualquer um dos procedimentos previstos na Lei, sem prejuízo da incidência de crime previsto no Art. 306 do CTB.

Nenhum comentário:

Postar um comentário