sexta-feira, 7 de novembro de 2014

CPRv REALIZA OPERAÇÃO ULTRAPASSAGEM SEGURA NAS RODOVIAS ESTADUAIS.


A Companhia de Polícia Rodoviária Estadual (CPRv) iniciou nesta quinta-feira (06) a Operação Ultrapassagem Segura nas rodovias estaduais, no primeiro dia de fiscalização 20 (vinte) condutores foram autuados, o objetivo da operação é exercer uma maior fiscalização aos condutores que costumam efetuar ultrapassagens em  locais proibido, colocando em risco não só a sua vida, mas a vida dos demais condutores.

Um efetivo diário de vinte policiais, com apoio de sete viaturas serão posicionados em  trechos perigosos das rodovias estaduais, onde existam  faixa continua amarela, curvas, aclives, declives e pontes, a fim de coibirem  esse tipo de infração de trânsito. Para auxiliar os policiais neste tipo de fiscalização, a Policia Militar disponibilizou vários binóculos de longo alcance com  infravermelho.

De acordo com a nova Lei 12.971/2014, que entrou em vigor no dia 1º de novembro de 2014, a qual alterou o valor das multas de alguns artigos do Código de Trânsito Brasileiro, os condutores que forem flagrados efetuando ultrapassagens em  locais proibido, ultrapassando pelo acostamento, forçando ultrapassagens, disputando corrida em via pública, praticando eventos de competição em via pública e fazendo manobras perigosas, receberão multas com valores de R$ 957,70 a R$ 1.915,40, a depender da infração cometida.

Dados das rodovias estaduais revelam que durante este ano de 2014, foram registrados um total de 380 (trezentos e oitenta) acidentes de trânsito, dos quais 60 (sessenta) foram colisões frontais, ocasionadas geralmente por ultrapassagens indevidas. Nos acidentes registrados nas rodovias estaduais um total de 100 (cem) pessoas vieram a óbito no local e outras 400 (quatrocentos) saíram lesionadas.
.
A CPRv informa que nos casos de emergência, acidente de trânsito, animais soltos, denuncias e solicitação de auxilio nas rodovias estaduais, o cidadão deve ligar para o telefone 198 de qualquer região do Estado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário